Total de visualizações de página

22/02/13

Paixão mal-resolvida


Paixão mal-resolvida 
Sabe… aquela sensação…
De algo indefinível
Que falta se completar?
A gota que faltou
Para o copo entornar,
O gole que não bastou
Para a sede saciar
E o sabor  algo insensato
Da pequenina porção
Que restou dentro do prato…
A ausência da canção
Que se esperava do show,
O som que não eclodiu,
Que não se ouviu, do trovão,
Tempos depois que o raio
Iluminou a amplidão…

São sensações que nos deixam
Com certa expectativa,
Desde a esperança viva
Até à desilusão…
Com gosto de quero-mais,
Misturado à frustração.

É isso o que representas,
Para mim, meu ex-amor…
O sol que hoje não raiou,
A lua que se escondeu,
A estrela que não brilhou,
A casca que não sarou
De uma antiga ferida…
Por tudo isso tu és,
E para sempre serás,
Num vácuo de minha vida,
Um caso interrompido…
A paixão mal-resolvida!

Oriza Marti

Nenhum comentário: