Total de visualizações de página

30/11/12

O meu baú da vida




No meu baú da vida
Guardo meus segredos
Sonhos e medos
Guardo cartas de amor
Poesias que falam mudas
De desejos e dor
Guardo meu relógio do tempo
Onde marco minhas próprias horas
E sei dos meus momentos
Guardo rostos em retratos
E paisagens coloridas da retina
Pintadas em quadros abstratos
Guardo a palavra
Que nunca te falei
Mas também guardo o meu amor
Que por tanto tempo te dediquei
No meu baú da vida
Tem um canto especial
Onde guardo meu coração
Ferido e maltratado de amor
Ele tenta se recuperar
Em encontrar de novo a razão
Porque as ilhas dançam sobre os oceanos
E porque a lua beija toda noite o mar
E entre todos os meus desenganos
Guardo também essa louca vontade
De um dia menina da minha vida
Poder te encontrar.

By Everson Russo

Nenhum comentário: